terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

O que sobra de um desencontro


Já descobri o motivo dos nossos encontros, acabarem desmarcados horas antes do combinado!
Os momentos bons ficaram no passado e nos apegamos apenas à admiração recíproca.
Encontros são opções e presença neles, passa a ser escolha!
Imprevistos ocorrem, mas desculpas e motivos surgem com rapidez e tamanha criatividade.
Não queremos magoar ninguém e muito menos, admitir que mudamos e que essas mudanças talvez não alimentem admirações, apenas façam surgir indiferença.
Deixo como lembrança a minha ausência em futuros encontros, mas a minha eterna presença naquilo que vivemos e que apenas um lugar pode nos abrigar para revivermos tudo isso: a memória.


Felipe Lucchesi

Nenhum comentário: