segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

De guerreiros para foliões



O que surgiu como protesto, hoje em dia virou abadá. Tem quem ganha para participar, tem quem lucra com o resultado da festa. Há lugar e data marcada para ocorrer. A diferença entre um verdadeiro abadá e um protesto, é que um ocorre para comemorar e outro, por não saber votar.

Felipe Lucchesi

Nenhum comentário: