domingo, 28 de fevereiro de 2010

Mandona

O que mais há por aí pelo mundo são pessoas querendo provar o "poder" que têm. Elas tendo de fato ou não esse poder todo, isso pouco importa, mas o que mais importa(ou melhor,importar nem seria de fato o termo correto a ser usado aqui) e incomoda ao mesmo tempo, é o quanto de "poder" colocam a disposição de pessoas famosas.
A tal famosa por exemplo chega ao Brasil, recebe vários convites para ficar em algum hotel famoso de uma das principais capitais do país, causa transtornos em frente ao hotel, por conta da grande multidão que se acumula ali para ao menos vê-la dar um "tchauzinho" da janela de seu quarto, que aliás, a personalidade faz questão de ficar num quarto que fique de frente para a entrada principal do hotel, porque assim, claro, os fotógrafos e fãs têm mais "oportunidade" de destacá-la com uma foto "inédita", desde um blog falido, até uma revista que estampará a tal foto dela como capa.
A tal "celebrity" que acredito pouco fazer sucesso em sua terra natal e por esse motivo viaja tanto(à procura de um sucesso maior), recebe as tais "chaves da cidade" e resolve fazer um tour, a qualquer hora, a qualquer lugar, desde o condomínio até a favela, causando trânsitos terríveis(mais ainda que qualquer cidade possui) e lugares são fechados para a "big star" ficar por minutos e sair de lá logo em seguida com cara de quem conseguiu passar despercebida.
Para essa e tantas outras famosas, chamadas celebridades, super stars ou seja lá o quer for, eu expresso aqui os meus mais profundos sentimentos de...indignação.
Indignado pela falsa "modéstia e humildade" que tantas famosas estrangeiras(algumas brasileiras também) tentam passar através dos meios de comunicação, para forjar dessa forma, uma falsa aproximação com seus "fãs", mas que na verdade, apenas fogem dos mesmos, deixando rastros de descaso e ego, apenas ego...apenas ele sobra, mesmo quando a fama nem mais existe.

Felipe Lucchesi