quarta-feira, 7 de julho de 2010

Grito

Sou apenas mais um paulistano perdido nessa imensa cidade, mais um brasileiro perdido nesse infinito país...Somos perdidos dentro de nós mesmos, vivemos assim...Aceitamos mas não compreendemos...Essa é a verdade!
Não sei ao certo se escrevo para mim, para você, para todos ou por todos...Assim escrevo simplesmente, despido de qualquer orgulho e vaidade besta de um escritor que considera grande responsabilidade escrever. Eu escrevo o que quero! O leitor que é responsável pelos seus atos e falta deles. Não mudo qualquer pessoa com as minhas palavras, mudo apenas aquelas que aceitam tais palavras e mudanças.

Felipe Lucchesi

3 comentários:

João Fco. Viégas disse...

"Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto."
Fernando Pessoa

Danilo Moreira disse...

Ola Felipe, como vai? Desculpe pelo sumiço!!!

Aqui vejo alguém que começou a escrever e soltou frases soltas, livres, mas cuja liberdade acaba por formar um interconexão entre elas...rsrs Mto bom!!

Abçs!!!

Danilo Moreira

http://blogpontotres.blogspot.com/

Raphael Perov disse...

A mudança vem de dentro. (óbvio)
E se o interior é de alguma forma atingido por tais palavras, as mudanças são inevitáveis.

=)