quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Sufoco

O salário mínimo pouco aumenta, mas a passagem de ônibus e metrô continuam à caminho de um maior valor de anos em anos. Se ao menos a qualidade de ambos os transportes melhorasse, mas nem com isso podemos contar. Se o valor do ônibus e do metrô voltarem a ser iguais, assim como foi em 2006, nesses dois meios de transporte teremos grandes acúmulos de pessoas, que ao se depararem com o trânsito das ruas, vão todas em busca do metrô e ao ter algum problema técnico no metrô, vão em busca dos ônibus.
Planejamento e preocupação com a situação da população diariamente nos transportes públicos parece não haver, mas a correria e propaganda para a Copa do Mundo no Brasil nunca param.

Vivemos para pagar taxas ou pagamos taxas para vivermos?

Felipe Lucchesi

3 comentários:

RodrigO [PortugA] disse...

Pior que quando entramos nos õnibus ficamos em situação pior do que sardinha na lata... Ach1o que vivemos para pagar taxa viu

Danilo Moreira disse...

Acho que vivemos para pagar taxas e pagamos taxas para vivermos.

No fundo no fundo, acho q isso é um incentivo para a industria automobilistica, pois com o pessimo transporte coletivo, muitos acabam alimentando o sonho de ter o seu proprio carro.

Abçs!!

Igo Araujo disse...

acho interessante essa questão de preço de transporte público, porque, afinal de contas, não temos o pleno direito de ir e vir? e como podemos com os preços mais absurdos??? tenso...

flws cara
abçs