terça-feira, 25 de novembro de 2008

Quando tudo se torna INDIFERENTE

Mesmo aqueles que juram serem "independentes sentimentalmente" na verdade são os que mais torcem e dependem de que corramos atrás deles para que não tenham que correr atrás de nós.Infelizmente são também os que mais sofrem e os que mais perdem pessoas,por acharem que "correr" atrás possa vir a ferir seu orgulho e mostrar seu verdadeiro lado sentimental.Dessas pessoas eu desisti sabe??! Tenho ainda a esperança de cada uma delas um dia aprender que se alguém as fez "chorar " e ficar triste,outras tantas como essa pessoa que aqui escreve,diferentes da anterior,podem fazê-la feliz.
Quando alguém diz que tudo e todos são indiferentes,na verdade,esse alguém que é indiferente para aquelas pessoas que ainda correm atrás do mesmo buscando a diferença.
Cansei da inDIFERENÇA eu quero a DIFERENÇA !!!


Felipe Lucchesi

13 comentários:

Talita Moretto disse...

mereçido os premios,adorei seu post sobre o filme ps; eu te amo,pra mim foi um dos melhores filmes.bom blog (yy'

;*

O Sábio Niestévisky disse...

Textos legais esses daqui. PARABÉNS.

Mulher De Médico disse...

Oi Felipe,
Não existe coisa pior mesmo que se sentir indiferente ou ser tratado com inferença ainda mais quando a pessoa que te trata assim é por quem mais tem admiração ou se sente diferente...
Tb me sinto assim várias vezes e tenho vontade de bater, sacudir a pessoa e dizer, me trate diferente, me note, não seja indiferente a mim...
Gostei muito do seu blog e do comentario que fez no meu...
Beijos (voltarei)

Euzer Lopes disse...

Indiferença...
Rapaz, seu texto me fez repensar muita coisa em meu comportamento.
De verdade.
Vivendo e aprendendo. E eu estou aqui, disposto a sentar na cadeira do aluno novamente.

Karen Duarte disse...

talvez seja pq as pessoas indiferentes .. buscam incessante aquilo que careçen, para novamente perder-lo... cm nesta historia, da uma lida : http://paisdelasutopias.blogspot.com/2008/11/sempre-se-perguntou-de-que-manera.html..
adorei seu blog vou ler mais seguido ..

Diego disse...

Boommmm eu ainda mantenho minha opnião sobre "correr" atras de alguem....prefiro ainda correr atras de meus objetivos...

confuso né? rsr


abraçosss

Tiago Sant'Ana disse...

Boa observação!

O negócio agora é desfrutar da periferia e dessa indiferença, que vc fala no ultimo paragrafo!

Bom blog!

Tiago Sant'Ana
www.jornalistadepeso.blogspot.com

Mayna disse...

Gosto de correr atrás daquilo que é importante pra mim. Caso contrário sou totalmente indiferente...

http://maynabuco.blogspot.com

*.*Allegr!a*.* disse...

Ahh é um filme bacaninha, nada demais.

vale uma sessão pipoca sim.

rs

Frau disse...

Obrigada mesmo pelo comentário no meu blog! Realmente, gostei muito mesmo do seu! Voltarei mais vezes, com certeza! E quanto à essas pessoas que se dizem independentes, não há coisa pior. Ainda mais quando projetam sua indiferença nos outros e deixam muito para trás por medo de se exporem!

Ellen Regina - facetasdemim disse...

Sei lá. Chega um momento em que se aplica a frase: "quanto mais conheço os homens mais amo o meu cachorro", srsrs.

Janaína Moraes disse...

Gostei do seu curriculum ali na descrição do blog.
Poderiamos trocar contatos né?
Sou estudante de jornalismo e adoro escrever, mais nao sei se escrevo tão bem assim.

Quanto ao filme, assista sim até o final, é incrivel. Diferente de tudo que vc já viu por ai, pode acreditar.

Passa no Estórias Medíocres

Ele está com 3 posts novos...

http://estoriasmediocres.blogspot.com

Lari. disse...

Oi Felipe.
outro dia falei sobre a indiferença no meu blog também! Cheguei à conclusão de que prefiro o ódio à indiferença! Um abraço.