segunda-feira, 10 de novembro de 2008

O Homem do Baú e o Baú da Tv Brasileira

Não o conheço pessoalmente para afirmar o quanto o homem chamado:Silvio Santos,merece o prestígio que tem e carinho que recebe do povo brasileiro.A única coisa que sei é tudo aquilo que presenciei pela tv durante esses vinte anos que existo e dos tantos domingos que liguei minha tv e me deparei com tal figura sempre sorrindo,com sua risada famosa e muito imitada,desde por ótimos humoristas até humoristas de " fim de semana".
O "Homem do Baú" é evidente que tem seu poder,suas expectativas,suas metas,porque afinal,antes de ser um comunicador ele é um empresário,mas acredito que um dos poucos,que consegue ver o conteúdo da televisão e até da sua própria emissora,com olhos de espectador.Talvez seja por conta disso que tantos programas vivem entrando e saindo do ar e também trocando de horário.
O espectador muda quando tudo muda.Por exemplo:Quando chove,menos pessoas saem de casa e ligam a tv,logo,a audiência de determinado programa será mais alta por conta desse imprevisto.Outro exemplo é o horário de verão,onde faz com que as pessoas durmam mais cedo e o querido horário considerado " nobre" seja em outro horário,tirando a audiência de determinado programa e passando a mesma para outro programa.
O previsível já tomou conta de muitas emissoras e algumas outras,tentam ir contra essa maré,investindo no "novo" que pode ser muito bem aceito ou nem notado.
Uma investida que foi notada e totalmente admirada por todos os telespectadores,que não esperavam tal formato de programa e tamanha qualidade,foi o programa:"CQC-Custe o que Custar" exibido toda segunda feira na Rede Bandeirantes.
A Tv ainda há de ter maior interatividade do público,que hoje em dia,com tanto investimento em tecnologia,parece continuar "invisível",assim como anos
atrás,no começo de tudo.

Felipe Lucchesi

2 comentários:

Arcano 13 disse...

sei lá...
fato é q a tv realmente excluí o expectador da sua programação. passa o q acha q vai dar audiência, sem saber se aquilo realmente vai chamar a atenção da pessoa.
mas um canal como o SBT q muda sua programação cada semana é um tiro no pé pq o expectador cansa de fik procurando seu programa favorito e desisti... enfim é o q eu acho

flws
abçs

Benjamim disse...

Interessante, Felipe.
Confesso que não gosto muito dos programas do Silvio Santos. Alguns até que são divertidos, mas a maioria não me apetece. Mas temos que concordar que o senhor Silvio foi um gênio da comunicação, crianado, basicamente do zero, uma das maiores emissoras de televisão do Brasil. Gostei do seu posto e também acho que a tendência das emissoras é investir em interatividade.

Continue com o ótimo blog!

www.omalucosadio.blogspot.com