quinta-feira, 2 de outubro de 2008

O Poder da Fotografia

Resolvi juntar todas as fotos que tirei até hoje e que ainda não revelei.Com o avanço da tecnologia,muitos consideram idiotice ter uma foto impressa mas eu continuo sendo “amante da foto impressa' porém admirando suas variadas formas mais modernas:fotografia digital,fotografia em dvd,fotografia em cd,etc.
Acho que a foto deve ser alcançável para todos e à qualquer momento.
Apenas a foto impressa tem esse poder,porque não é qualquer pessoa que tem intimidade com um computador,dvd,para ver suas fotos e portanto,gavetas e álbuns não precisam de aulas para todos aprenderem como funcionam e usá-los.
“A foto deve existir mesmo depois de inventarem algo melhor que dvds,cds e computadores”.


Felipe Lucchesi

4 comentários:

Bruno Alves disse...

Esse pessoal não dá valor a um vinil... Não sabe o qt é bom dar uma folheada num livro mais antigo...
Aí tu acha q eles vão saber o q é uma foto impressa?!?!
Um dia eles saberão dar valor a isso... =/

Cara, minhas atualizações são semanais... Até pq eu num tenho tanta paranóia assim pra ir jogando no blog!! Ahuahauhauhau!!!

Semana q vem tem mais!!!

Abração!!

Bruno Alves disse...

Ah, tinha esquecido:

Meu msn aí, ó:

brunopralves@hotmail.com

Abração!!

meps. disse...

Sou dessas também: pra mim foto tem que poder pegar. Ver, sim, mas também sentir. E qualquer um, a qualquer momento.
Sua foto de família me deu uma saudaades das minhas festinhas de aniversário (acabei de ler um post sobre fases, e fiquei com saudades da minha segunda série, que saudosa eu estou hoje hahaha)
Obrigada pela visita,
volte sempre!
Bjos

Arcano 13 disse...

não gosto de fotos de espécie alguma, gosto de tirar, e posar de vez em quando, mas foto me dá sempre uma sensação de nostalgia que não consigo suportar... coisas do passado são pra ficar no passado... pelo menos é o que eu acho.

mas enfim... uma coisa q pouca gente tem noção. a foto impressa é de melhor qualidade pq não tem os pixels, é apenas reprodução da luz, portanto, mais perfeita. enfim...

ae, abçs! té mais